Moça, eu não tenho medo da sua vagina

Moça, eu não tenho medo da sua vagina. Não tenho ódio do seu corpo. O seu corpo é como o meu, é um corpo de mulher. Eu não odeio meu corpo, não vou odiar o seu. Se você estiver à vontade para me mostrar sua vagina, parindo ou não, eu estou à vontade para ver. Apesar…

A Barbie, gafes e questões feministas

 Texto de Bárbara Diniz Há alguns dias semana cometi uma gafe e magoei uma pessoa muito querida. No final das contas, eu fiquei muito magoada com o resultado final (eu não queria magoar ninguém), mas também muito tranqüila com minha tomada de decisões. Eu estudo cultura de paz e ações políticas de não-violência, em que eu…

Meu corpinho, minhas regrinhas

Texto de Renata Corrêa.   “Carinho, filha! Ca-Ri-Nho! Ai, não bate nele!” Enquanto eu ia acariciando Sushi, o nosso gato, esse monólogo se repetiu diversas vezes. Eu tentava ensinar pra Liz a fazer carinho no bichano, mostrando como ele fechava os olhinhos, ronronava e mostrava a barriga. Ela tentava fazer o tal do carinho, mas…

Sexo que é bom… a mamãe também gosta!

Texto de Tâmara Freire Imagem de keiramellis no flickr, alguns direitos reservados Então eu estava lá comprando calcinhas. Não quaisquer calcinhas: aquelas bonitas, rendadas. E sutiãs também: eu comprei alguns sutiãs. Eu não sabia onde aquele caso ia dar mas, quando a ocasião chegasse, eu queria ter coisas mais interessantes para vestir do que as maiores…